Buscar

CICLISMO VIRTUAL E CBDEL CELEBRAM PARCERIA E CHANCELA

O CICLISMO VIRTUAL BRASILEIRO surge através de uma start-up Brasileira formada por especialistas nas áreas técnica, marketing , logística e live stream , com o intuito de oferecer aos atletas uma opção de se manterem competitivos e aos patrocinadores o fortalecimento de suas marcas.


A CBDEL (Confederação Brasileira de Desportos Eletrônicos) oficialmente chancela o evento, assim como a operação do Ciclismo Virtual Brasileiro, estabelecendo um novo marco para o entendimento do esports como esporte regular, e mostrando que a adaptação e adequação do esports dentro de práticas no movimento olímpico é possível e completamente executável.


A partir de agora as competições de Ciclismo Virtual Brasileiro poderão ser ranqueadas institucionalmente, para que sejam inseridas dentro do calendário nacional e criem uma abertura para outras competições sul-americanas, pan-americanas e mundiais, dando a opção aos praticantes de se tornarem atletas federados ou permanecer privados.

Com a premissa de COMPETIÇÕES VIRTUAIS EM PERCURSOS REAIS, englobando esporte e entretenimento, o Ciclismo Virtual Brasileiro lançou sua série de eventos chamada GPBrasil de Ciclismo Virtual que em 2021 conta com 7 etapas válidas pelo CAMPEONATO BRASILEIRO DE CICLISMO VIRTUAL.

A tecnologia será uma grande aliada do projeto, e em parceria com a 99RUN , que além de cuidar de toda a logística de entrega de kits na casa dos atletas, foi responsável pelo desenvolvimento da tecnologia Anti- fraude, que detecta dados variáveis em parceria com o Strava, de acordo com o histórico dos últimos 5 anos dos atletas inscritos nos eventos, além da transmissão ao vivo de TODOS os atletas competidores através de parceria com a plataforma Sympla Streaming.

Segundo os organizadores do Ciclismo Virtual Brasileiro, esta chancela permite que a modalidade alcance status de uma competição esportiva oficial, com regulamento bem definido, assim como pontuações e premiações; tornando-se uma nova opção competitiva para os ciclistas e um produto atrativo para patrocinadores.


De acordo com Sr. Daniel Cossi, presidente da CBDEL, a parceria e chancela são primordiais para o desenvolvimento do esports de maneira ampla: “precisamos de eventos que sejam simuladores dos esportes tradicionais, ou que façam o caminho desruptivo contrário, isto é, que se coloquem no âmbito eletrônico, em parte ou como um todo, para que possamos sim, estabelecer o paralelo e a união entre o chamado ‘virtual’ e o desporto físico. Isso também vai de encontro com o Movimento Olímpico. Fico muito feliz em saber que o Ciclismo Virtual Brasileiro tem esta visão e está conosco, alinhado e buscando ampliar o evento de maneira tão responsável e sustentável.”


Segundo Ricardo Sapi, Vice-presidente Regional Sudeste da CBDEL, vem totalmente de encontro com as reais necessidades dos gestores públicos que estão atuando como Secretários de Esporte e Gestores Esportivos. A vocação turística é fortemente potencializada por meio do Ciclismo Virtual. Há uma forte demanda por mais eventos esportivos de ciclismo. Os atores sociais ainda aguardavam uma solução. O que era impossível se tornou possível e já há milhares de atletas que praticam o ciclismo virtual.

A série de eventos irá atender todos os níveis de atletas e equipamentos, com subdivisão de rolo tradicional, rolo smart e rolo interativo, além das categorias de idade e pontuação por etapa, levando aos grandes vencedores e vencedoras ao final do circuito.


https://cbdel.com.br/portal/noticias/490-ciclismo-virtual-e-cbdel-celebram-parceria-e-chancela